LIVRO: O DUQUE E EU - JULIA QUINN - SÉRIE BRIDGERTON 1



LIVRO: O DUQUE E EU - JULIA QUINN - SÉRIE BRIDGERTON 1



📚 Editora: Arqueiro
🖊 Autora: Júlia Quinn
📖 Gênero: Romance de Época
🏆 Nota: 5🌟+ 💜 / 5🌟



Essa resenha na verdade se trata da primeira da minha série de releituras! Faz muito tempo que li o primeiro livro da série Bridgerton e me apaixonei, na época eu nem sonhava em ter um Blog, estava passeando por um do meu lugares favoritos, (A livraria é claro 😍) e encontrei o exemplar, na hora fui capturada pela curiosidade e comprei a obra, e foi aí que aconteceu senhoras, minha primeira leitura de um romance de época!


Muita gente hoje em dia, já conhece a série Bridgerton uma das séries de romance de época mais lidas do país e que já está em finalização de produção para um seriado na Netflix. Mas mesmo assim vou trazer para vocês um pouco das minhas impressões de cada obra.


Em o Duque e Eu conhecemos Daphne a filha mais velha de Violet Bridgerton que está em seu segundo ano de debute e precisa arrumar um marido. Daphne possui uma personalidade espirituosa e forte o que me conquistou logo de cara (adoro personagens de personalidade forte).


Simon Basset, também conhecido como Duque de Hastings, teve uma infância difícil onde foi desprezado pelo pai de quem posteriormente ele acabou de afastando. Porém a nossa história realmente começa quando Simon retorna para a sociedade Inglesa e se vê alvo das mamães ambiciosas em maratona para encontrar um marido para suas filhas.


Simon porém é amigo de Anthony (Nosso Bridgerton mais velho) e logo de maneira inusitada conhece Daphne e juntos eles formam um acordo, Simon vai fingir estar interessado em Daphne (como um duque todos os homens iam querer a mulher que lhe chamou atenção) e Daphne por ser o objeto de sua atenção iria afastar as matriarcas casamenteira de Basset.


Anthony se opõem terminantemente ao plano, mas acaba aceitando, e aí leitores que a vida de Simon e Daphne toma um rumo diferente do que eles esperavam.


A escrita da Júlia Quinn é bem estruturada e revigorante, e faz com que o leitor se sinta dentro do universo do livro de forma cativante e totalmente singular, eu chamo de ~Estilo Quinn de produção~ 😅.



Na obra vemos como as vezes deixamos que os fantasmas do passado roubem o nosso presente e façam morada no nosso futuro. Algumas vezes a gente só tem que deixar para trás aquilo que já não nos acrescenta mais. Indico muito a leitura da série!




  

 

0 comentários:

Postar um comentário



Topo