LIVRO: A IRMANDADE DA ADAGA NEGRA #5 - AMANTE LIBERTO - J.R Ward



LIVRO: A IRMANDADE DA ADAGA NEGRA #5 - AMANTE LIBERTO - J.R Ward




Editora: Universo dos Livros
Autora: J.R Ward
 Gênero: Ficção - Adulto🔞 - Vampiros
 Nota: 4,5🌟/ 5🌟

Nos primeiros livros de A Irmandade da Adaga NegraVishous era um personagem que eu gostava, mas que não tinha despertado tanto minha curiosidade, o que com certeza mudou com o desenvolvimento do guerreiro no livro anterior e me deixou bem instigada para conhecer mais sobre o guerreiro.


Zsadist é o meu guerreiro favorito por toda sua história e seu desenvolvimento. Porém até está obra eu não sabia da bagagem que Vishous carregava e do sofrimento que passou pela parte de seu pai e as marcas que foram deixadas em sua alma.

Vishous não consegue sentir-se amado não consegue se permitir amar, como percebemos no livro anterior quando vemos uns flashs da relação de dominação do guerreiro com as fêmeas que sempre envolvem correntes e poucos toques.


Nesta obra, porém, descobrimos o que aconteceu com Vishous para que ele tenha se tornado o que se tornou, e quando a mãe que ele nunca conheceu é revelada, ele recebe uma missão que lhe foi incumbida desde o nascimento algo que o irá prender a uma vida que ele não deseja para si.


Claro que a vida de Vishous já não está fácil com o guerreiro estando apaixonado pelo seu melhor amigo, a primeira pessoa à qual ele se permitiu sentir. O desenvolvimento dos sentimentos de Vishous e como Butch lidou com eles foi muito bem estruturada pela autora, inclusive há uma cena que Vishous confessa a Butch que tinha o desejo de fazer sexo com ele e que Butch apesar de amar Marissa e dizer que nunca teve interesse por machos afirma que também se sentiu tentado.


Isso mesmo que vocês leram leitores quase tivemos um romance LGBT na série, isso quer dizer que Vishous é gay ? Bom na verdade o macho sente interesse por ambos os sexos e já teve parceiros de ambos. O problema de Vishous é não conseguir se conectar com nenhum parceiro que ele já teve. Sexo é só um alívio para o guerreiro que só consegue sentir prazer sendo o Dominador.


Isso até um acidente acontecer e uma certa cirurgiã entrar em sua vida. Jane é uma mulher de personalidade forte e corajosa, que tem coragem de lutar pelo quer mesmo sendo sequestrada do hospital em que trabalha para tratar um vampiro...

Simplesmente adorei está obra, o desenvolvimento da história e a relação de Vishous e Jane foi encantadora de acompanhar!


0 comentários:

Postar um comentário



Topo